Notícias

Especial: ensino híbrido – o que é?

O quanto você conhece do ensino híbrido, uma das tendências para a educação do século XXI? Confira alguns artigos da Lilian Bacich, consultora de metodologias ativas no Instituto Península.

O que é ensino híbrido?

De acordo com a especialista Lilian Bacich, “o ensino híbrido é uma mistura metodológica que impacta a ação do professor em situações de ensino e a ação dos estudantes em situações de aprendizagem”.

Essa abordagem é uma grande tendência para a educação no novo milênio, que consiste na integração de diferentes momentos de aprendizagem para que os alunos tenham a chance de aplicar e construir o conhecimento em etapas.

Caracteriza-se por alternar momentos de estudo online e offline, presenciais e à distância, individuais e em grupo, combinando ferramentas digitais, pesquisa de campo, leitura e exercício, debates e orientação, projetos e atividades “mão na massa”.

É importante mencionar que, apesar de hoje essa abordagem estar intrinsecamente relacionado ao uso de tecnologia digital, tem mais a ver com a reorganização do tempo e do espaço da aula, além dos papéis de aluno e educador.

Em muitas escolas brasileiras, a dependência de recursos tecnológicos poderia levar à exclusão ou até desistência da implementação do conceito. Por isso, é importante ampliar a definição e adaptar-se ao cenário real do educador.

Como adotar o ensino híbrido?

É possível adotar o ensino híbrido de algumas maneiras, sendo que as mais utilizadas são a rotação por estações e a sala de aula invertida.

Na rotação por estações, o ambiente da sala de aula é dividido em “espaços”, onde cada um deles está preparado para uma prática diferente. Durante a aula, o professor orienta o grupo, tira dúvidas ou propõe caminhos para os alunos. Por exemplo, em uma das estações, pode ocorrer o uso de tecnologia, com exercícios online, games ou estudo individual. Já em outra estação, pode ocorrer a colaboração entre os alunos, promovendo o debate ou atividades práticas e coletivas.

Já o método da sala de aula invertida propõe a inversão completa do modelo de ensino, focando na participação mais ativa do aluno. Ele estuda os conteúdos previamente, podendo fazer uso dos mais diversos recursos, como vídeos, textos, áudios, games, entre outros. Após esse momento individual, os temas são aprofundados em sala de aula com o professor. Então, nesse momento, os estudantes podem tirar dúvidas, debater, trazer assuntos complementares e desenvolver projetos e atividades em grupo. Assim, as aulas ficam menos expositivas e mais participativas.

Podemos dizer que o Geekie Lab, uma solução da Geekie, é um facilitador tanto para a implementação de dinâmicas de personalização do ensino quanto para uso de metodologias de ensino híbrido, que aliam o aprendizado online com o offline.

Clique nos títulos abaixo e confira relatos sobre a aplicação do ensino híbrido!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *