Notícias

Especial: Design Thinking e Pensamento Visual na Educação

Você já conhece os conceitos de Design Thinking e pensamento visual na educação? Leia alguns artigos das educadoras Vanessa Giron e Elisangela Goulart.

Neste especial, vamos falar sobre Design Thinking e pensamento visual na educação, indicando alguns artigos sobre o assunto das educadoras Vanessa Giron e Elisangela Goulart, colunistas do InfoGeekie.

Design Thinking na educação

O Design Thinking é “um processo de pensamento crítico e criativo que permite organizar informações e ideias, tomar decisões, aprimorar situação e adquirir conhecimento”, segundo  Charles Burnette, especialista no assunto. O processo busca a solução de problemas por meio de algumas etapas, que não devem ser consideradas como fixas, pois a inovação e a criatividade são processos que não podem ser regulamentados.

  1. Imersão: debate do problema por uma equipe pré-definida,
  2. Análise e síntese: organização das informações adquiridas na primeira fase, de forma que seja possível achar padrões nos dados,
  3. Ideação: geração de ideias a partir do uso de brainstorming e outros métodos,
  4. Prototipagem: validação da ideia por meio de um protótipo.

Buscar soluções para problemas internos da escola, fortalecer a assimilação de conceitos, aumentar o engajamento dos alunos e organizar a elaboração dos projetos são apenas alguns dos exemplos onde o Design Thinking pode ser utilizado no contexto da educação. Você pode ler mais possibilidades no livro prático de Design Thinking para Educadores. Clique aqui para ir para o site.

Toda a comunidade escolar (gestores, professores, alunos e pais) pode ser envolvida neste processo. Isso irá contribuir para a habilidade do aluno de trabalhar em equipe e de pensar criativamente. Além disso, também auxilia no sentimento de “pertencer” de todos os envolvidos, incentivando a integração.

Pensamento visual na educação

Já o pensamento visual é uma abordagem que tem como função “estruturar ideias e organizar pensamentos de forma visual, e, consequentemente, mais clara e de fácil assimilação”, de acordo com as professoras Vanessa e Elisangela. As ferramentas trabalhadas por elas são o mapa mental, as anotações criativas e o Método Cornell de anotações.

Todas estas ferramentas são fundamentais para a organização e gestão do aluno de sua vida escolar e também da vida pessoal. Além disso, proporciona mais autonomia ao aluno em seu processo de aprendizagem. Para o professor, facilita a percepção do aprendizado efetivo da turma e ajuda a planejar de forma mais efetiva suas aulas.

Design Thinking e pensamento visual na educação

Usar o Design Thinking e o pensamento visual na educação pode trazer muitas vantagens à escola. Para o aluno, devido ao fato dessas metodologias serem amplamente utilizadas no mercado de trabalho, ter contato com elas é de extrema importância. Para os gestores, estes processos facilitam o processo de administração da escola, auxiliando em reuniões e na resolução de problemas. E, para o professor, ajuda no planejamento de aulas e na organização profissional.

Clique nos títulos abaixo para começar sua leitura!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *