Artigos

Veja como escolas pelo mundo têm repensado a educação

Em sua coluna no site Nova Escola, Claudio Sassaki descreve como três escolas pelo mundo reformularam completamente seu projeto pedagógico, com ótimos resultados. Veja a história de uma delas e leia o artigo completo neste link.  

Olá, professor!

Você se lembra da época do retroprojetor, do videocassete e das televisões em sala de aula?

As tecnologias utilizadas nas escolas eram, em sua maioria, destinadas a apresentar o conteúdo aos alunos. Mas, hoje, com a internet e uma quantidade enorme de informações disponível, o desafio é garantir qualidade e eficácia a esse acesso, além de proporcionar uma experiência que respeite as necessidades de cada estudantes e o ajude a ver valor naquilo que aprende. As novas tecnologias trouxeram a professores e gestores a necessidade de repensar a Educação e de entender como elas podem ajudar a garotada a desenvolver habilidades necessárias para os desafios de seu tempo.

Felizmente, a busca pela inovação na Educação é uma tendência global que conta com um grande número de experiências bem-sucedidas. Como pode ser difícil imaginar novos modelos educacionais com base somente na teoria, compartilho abaixo três exemplos de iniciativas inspiradoras que têm gerado ótimos resultados para todos os envolvidos.

Estados Unidos: gamificação na Playmaker School
Nessa escola da Califórnia voltada para os anos finais do Ensino Fundamental, criada pela GameDesk Institute com o financiamento da Bill & Melinda Gates Foundation, o currículo é dividido em módulos temáticos multidisciplinares e o aprendizado se dá por meio de atividades que incluem jogos, simuladores, produção de mídia e criação de projetos. O objetivo é que o aluno construa uma relação significativa (e divertida) com o conhecimento, sem deixar de atender a elevados padrões acadêmicos. Para o monitoramento do próprio aprendizado, cada estudante recebe uma ferramenta personalizada e interativa chamada Mapa da Aventura. Trata-se de uma representação visual do caminho que ele está percorrendo ao longo do ano, sabendo onde começou, o que aprendeu até então e quais as possibilidades de trajeto. A ferramenta também permite que professores acompanhem o progresso de cada um, sugerindo módulos específicos de acordo com necessidades e déficits observados. Para saber mais sobre a escola, clique aqui.

Continue lendo o artigo neste link

Leia também:

O QUE A STARBUCKS TEM A VER COM AS SALAS DE AULA DO SÉCULO 21?

ESTUDO DE CASO: COMO ESCOLAS APERFEIÇOARAM O ENSINO COM AS TECNOLOGIAS DA GEEKIE

3 CASOS DE ESCOLAS QUE COLOCARAM O ENSINO HÍBRIDO EM PRÁTICA

 

1 Comment

  1. 9 de agosto de 2016 at 00:41 — Responder

    Alakul a dolog, ennél kicsit gyorsabb lesz a munka a JövÅ‘t teremtünk pályázat ház feslºjítáÃánál, hiszen ott egy egész nagy csapat fog dolgozni a család jobb körülményeiért. Még lehet szavazni, hogy melyik család kapja meg a lehetÅ‘séget:

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *