Cases

Gestores dão 12 dicas para engajar a equipe docente no uso de tecnologia

Assista ao vídeo: 12 conselhos da gestão escolar para motivar os professores a usar tecnologia na escola. Eles falam sobre como garantir o bom uso de tecnologia educacional, o que gera valor para o trabalho do professor e a importância da capacitação da equipe.

Dentre os desafios de inserir tecnologia na escola, motivar e capacitar a equipe docente estão entre os que mais tiram o sono da gestão. Afinal, uma nova ferramenta digital só trará resultados positivos caso coordenadores, professores e alunos percebam seu valor – seja a economia de tempo, seja a geração de dados, seja o conteúdo multimídia ou interativo, seja a comunicação ágil entre os agentes escolares.

Perguntamos a seis gestores de escolas parceiras da Geekie como foi o processo de integração de tecnologia na escola. No vídeo abaixo, reunimos seus aprendizados e estratégias para ajudar você, também, nessa jornada! Confira:

Conheça as histórias de sucesso de algumas das escolas acima:

  • Educandário Santa Maria Goretti: A escola do Piauí se mantém no topo do ranking do ENEM. Em 2016, ficou 17º lugar geral e 4º lugar na redação. Neste artigo, a diretora, Amanda Leal, fala sobre a preparação contínua dos estudantes, compara o Exame a uma “maratona” e explica como a tecnologia da Geekie contribui para essa missão.
  • Grupo Weducation: O grupo, composto por 5 escolas de diferentes perfis socioeconômicos em São Paulo, é referência em tecnologia educacional e acredita na personalização da aprendizagem. Sueli Cain, diretora do grupo, mostra como as ferramentas digitais da Geekie se encaixam em cada contexto escolar, além de trazer dados concretos sobre a melhora no desempenho de seus estudantes.
  • Colégio Sërios: O Colégio Sërios, de Brasília, destaca-se no uso de dados para potencializar a aprendizagem de seus estudantes. Entenda como o diretor, Frederico Azevedo, juntamente com a equipe docente, cruza resultados de avaliações internas, externas e observações sobre o comportamento de cada um para compreender profundamente o aluno e, assim, tomar melhores decisões pedagógicas.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *