Notícias

Learning Analytics melhora a experiência do aluno

Se você é ligado em educação inovadora, já deve ter ouvido o termo “learning analytics”. Saiba mais sobre essa tecnologia educacional e como ela pode personalizar o ensino, potencializar a aprendizagem e melhorar a experiência do aluno!

learning analytics, ou a análise da aprendizagem por meio da tecnologia, é visto por educadores do mundo todo como o caminho para personalizar a jornada de cada estudante de acordo com dados concretos.

É por meio do learning analytics que se pode interpretar individualmente o percurso, as dificuldades e os hábitos de estudos dos alunos. Também através dele, o educador se torna capaz de tomar decisões pedagógicas seguras e reorientar práticas para melhor atender às necessidades mapeadas. E, finalmente, o learning analytics torna possível mensurar o impacto dessas mudanças em sala de aula e, em um cenário mais amplo, o impacto da Educação em larga escala.

Nos últimos anos, o learning analytics deixou de ser usado apenas no Ensino à Distância (EAD) para conquistar seu espaço em escolas e universidades físicas. Por que isso ocorreu? Por causa da democratização de ferramentas digitais que, em maior ou menor escala, proporcionam dados sobre seus usuários – e que já provaram seu valor em abordagens híbridas de aprendizagem, sendo, portanto, complementares aos ambientes offline.

Como o learning analytics funciona?

As análises de aprendizagem são feitas a partir do Big Data, que explicamos neste infográfico. Basicamente, são tecnologias que permitem compilar e relacionar grandes quantidades de dados, produzindo informações relevantes com base neles. Então, fazem previsões futuras com base nos comportamentos anteriores.

Na Educação, isso acontece quando alunos assistem videoaulas, respondem exercícios ou realizam simulados online – como, por exemplo, acontece nas plataformas Geekie. Quanto mais o estudante interage com a ferramenta, mais ela o compreende e consegue indicar os melhores conteúdos para seu perfil. Com o tempo, cria-se um panorama detalhado da evolução de cada aluno, onde pode-se observar seu desempenho em diversas áreas de conhecimento, no início e fim do curso, em comparação com outros alunos da mesma turma e assim por diante.  Clicando aqui, você conhece melhor o Geekie Lab, Geekie Teste e Geekie Games! 

Quem se beneficia com o learning analytics?

Tanto alunos quanto educadores!

Os alunos têm acesso a uma trilha de aprendizagem personalizada, que entende suas dificuldades e sugere como preencher lacunas que possam ter se formado durante o ensino convencional. Eles recebem correções, indicações de conteúdo e reajustes de rota em tempo real. Além disso, desenvolvem a autonomia típica do estudo online, em que é possível rever uma aula ou refazer atividades para melhor absorver o conhecimento; assim como escolher os momentos e espaços que melhor se encaixem em sua rotina: enquanto um jovem pode preferir estudar no ônibus a caminho da escola, outro pode escolher utilizar a plataforma em casa, à noite, por horas a fio.

Já os educadores podem melhorar a forma como ensinam conhecendo profundamente seus alunos (algo com que gastaria horas e horas sem o auxílio da tecnologia). Ele terá informações suficientes para descobrir quais metodologias e abordagens geram melhores resultados, mantendo um olhar abrangente para a turma ou, especificamente, para um aluno – aqui, gestores escolares falam sobre como usam dados na rotina da escola para potencializar o ensino. O learning analytics proporciona ainda uma oportunidade de trabalhar com os alunos a análise de dados e tomada de decisões, orientando-os no processo de construção da própria aprendizagem.

1 Comment