Notícias

Geekie+, o novo aliado da rede pública de SP no Enem

“Sim, você pode!” O slogan eleitoral do presidente americano Barack Obama resume o espírito do desafio colocado aos alunos do ensino médio da rede pública paulista: fazer bonito no Enem. A mensagem é otimista porque os jovens ganharam este ano um aliado de peso nesse desafio: o Geekie+, projeto que abriu a plataforma online Geekie Lab para todos os 415 mil matriculados no 3º ano do ensino médio estadual. Com isso, eles terão à disposição a mesma ferramenta empregada por alguns dos melhores colégios privados do País, que usa tecnologia para oferecer um roteiro de estudos personalizado para o Enem e é capaz de melhorar em 30% a performance dos alunos.

Dividido em duas fases, o Geekie+ (nome escolhido em votação pelos próprios alunos) envolveu no projeto piloto, chamado de “primeira onda”, 4.497 matriculados em 46 escolas do Programa Ensino Integral. Iniciada em 1º de maio, a primeira onda teve alguns resultados animadores. Vamos a eles: em média, mil estudantes se cadastraram por dia no Geekie Lab; atraídos pelo interesse dos alunos, 4.238 professores também criaram logins; 70% dos participantes fizeram aulas e exercícios na plataforma, que recomendou 13 mil aulas para que eles se aprofundassem nos conteúdos.

Maior tempo de estudo

O secretário da Educação, Herman Voorwald, acredita que o Geekie+ já está cumprindo o papel que considera mais importante, aumentar o tempo que os alunos dedicam aos estudos. “Nossos levantamentos mostram que 25% dos alunos, um em cada cinco, fizeram uso da ferramenta após as 17 horas, fazendo com que a tecnologia auxilie na ampliação do tempo de estudo”, afirmou, em entrevista ao site da Secretaria de Estado da Educação. Esses dados são ainda mais relevantes porque estudos independentes indicaram que cada aula assistida no Geekie Lab representa 1,6 ponto a mais na nota TRI (Teoria de Resposta ao Item), mesmo padrão matemático usado pelo Enem.

Desde o dia 25 passado o Geekie+ entrou na segunda onda e foi aberto para todos os alunos da rede. O projeto ficará disponível até novembro, pouco depois das provas do Enem, que serão realizadas em 24 e 25 de outubro.

Simulado e raio X

O trabalho com a plataforma tem como ponto de partida uma avaliação preditiva, simulado que é uma espécie de Enem pré-Enem, capaz de indicar com precisão qual será o desempenho dos estudantes paulistas no exame oficial. Os alunos da primeira onda estão realizando os simulados desde o dia 25 – o processo para todos os 4.497 matriculados no ensino integral termina este mês, no dia 19. Eles responderam online a 96 questões distribuídas por quatro cadernos relativos a cada área de conhecimento avaliada no Enem. O tempo de prova foi de 72 minutos para cada caderno. Na segunda onda o ciclo de preditivas começou ontem e vai até 14 de agosto.

Tão logo os alunos terminam a avaliação, a plataforma fornece suas notas TRI. As preditivas conseguem antecipar a nota do Enem porque a Geekie segue um modelo idêntico de montagem da prova. As questões do simulado, preparadas por uma rede de professores da Geekie, passam por pré-testes com grupos selecionados de alunos. A partir do resultado do pré-teste, as questões são colocadas em uma régua segundo critérios como grau de dificuldade. Essa régua é a referência para que provas com questões diferentes tenham poder de avaliação idêntico, sem variações bruscas de um exame para outro.

Com base nas preditivas, alunos da rede estadual (e seus professores) têm um mapa pormenorizado dos seus pontos fortes e fracos e do que precisam melhorar para atingir a pontuação desejada no Enem. Feita a avaliação, o passo seguinte é seguir os conteúdos que a plataforma indica do acervo de mais de 600 videoaulas e exercícios do Geekie Lab.

Geekie_+

‘Personal nerd’

A plataforma tem conteúdos em nove disciplinas: português, matemática, biologia, física, química, história, geografia, filosofia e sociologia. Quanto mais o aluno navega, assistindo às aulas e fazendo exercícios, mais a plataforma “aprende” sobre ele e suas necessidades. Isso é possível graças à inteligência artificial desenvolvida pela Geekie, semelhante aos algoritmos do Google, que indicam conteúdo personalizado com base nas buscas que o internauta faz. Por isso, o Geekie Lab é capaz de desenvolver planos de estudos individualizados, atualizados à medida que o aluno evolui. É como o estudante ter um “personal nerd” nota 1000 no Enem à disposição 24 horas por dia, mesmo nos fins de semana, para ajudá-lo na preparação para o exame.

Lab na sala de aula

Em uma iniciativa inédita, a Secretaria da Educação incluiu o Geekie Lab na grade dos alunos da primeira onda. Os estudantes têm duas horas semanais reservadas para navegar na plataforma durante as aulas de Preparação Acadêmica, projeto interdisciplinar que estimula o aluno a definir qual carreira pretende seguir e a pensar em um projeto de vida.

Como o grupo da primeira onda já navega no Geekie Lab em classe, a orientação da secretaria é de que os alunos usem a plataforma em casa durante 1 hora e meia por semana. A ideia é que o tempo dedicado ao estudo online em casa para os estudantes da segunda onda seja maior, de 2 horas e meia semanais, porque eles não navegam no Geekie Lab durante as aulas regulares.

O ciclo de preparação do Geekie+ tem uma última avaliação preditiva semanas antes do Enem. O segundo simulado vai permitir a alunos e professores analisarem o progresso feito durante o ano e identificarem conteúdos nos quais os candidatos devem se concentrar na reta final da maratona do Enem.

Poder do aluno

Uma das características mais interessantes do Geekie+ é realçar o papel de protagonista do aluno, sua capacidade de trabalhar com autonomia para atingir uma meta definida por ele mesmo. Se você estuda ou dá aulas em uma escola estadual, é pai de algum aluno ou conhece alguém matriculado na rede, reforce a mensagem: “Sim, você pode!” Com o apoio da secretaria e tecnologia de ponta à disposição, a bola está com os estudantes. Eles só precisam chutar para o gol.


Baixe o ebook gratuitamente: Por que os educadores precisam ir além do data show



No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *