Geekie em Pauta

Geekie é destaque na mídia em setembro     

O mês de setembro ainda nem acabou, mas a Geekie já apareceu várias vezes em grandes veículos de imprensa. Veja alguns destaques:

Geekie Games no Educação 360

No começo do mês, marcamos presença no encontro internacional Educação 360, realizado pelos jornais O GLOBO e “Extra” em parceria com a prefeitura do Rio e o Sesc. O evento durou dois dias (11 e 12 de setembro) e contou com convidados ilustres, como o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, a secretária da Educação de Helsinque (Finlândia) Marjo Kyllönen e o ministro da Educação Renato Janine Ribeiro.

A palestra apresentada pela Geekie abordou a plataforma Geekie Games, que oferece um plano de estudos personalizado para os usuários, com centenas de aulas e exercícios. O site do jornal Extra falou sobre a palestra (“Plataforma online oferece educação personalizada para estudantes”) e contou (“Ensino high-tech: ferramentas digitais são poderosas aliadas nas salas de aula”), como a plataforma ajudou o estudante Manoel Lima, de Icó (CE), a realizar o sonho de entrar em uma boa faculdade de biomedicina.

Novos simulados no Geekie Games

O Geekie Games também disponibilizou simulados gratuitos para o Enem 2015. Serão quatro provas abertas para os candidatos até o dia 25 de outubro. As provas são acessíveis pelo desktop e pelo celular e seguem a mesma duração e a metodologia do Enem. O site G1 falou sobre isso neste link.

Prêmio do MIT

O jornal O GLOBO relembrou, em matéria publicada no dia 18, o prêmio recebido por Eduardo Bontempo como fundador da Geekie: ele foi eleito o “Inovador com menos de 35 anos” 2014 no Brasil pelo Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT). O prêmio está em sua segunda edição brasileira e é um reconhecimento mundial aos dez projetos mais inovadores desenvolvidos por jovens brasileiros.

“O MIT Review é um reconhecimento de projeção internacional e, na época da divulgação, mudou minha rotina de um dia para o outro. O principal benefício que vi foi a visibilidade que conseguimos extrapolar também para o nosso empreendimento, a Geekie. Ser reconhecido como o inovador do ano, necessariamente, é também ter nosso trabalho em equipe reconhecido e saber que estamos no caminho certo para transformar a educação do Brasil por meio da inovação. Ganhar este prêmio me trouxe muita energia, confiança e visibilidade que ajudaram — e continuam nos ajudando — nos próximos desafios”, disse Bontempo à publicação. (Leia mais em “Prêmio ‘Inovadores com menos de 35 anos’, da MIT Technology Review, recebe inscrições de brasileiros de todas as regiões”).

Geekie no Valor Econômico

O jornal Valor Econômico citou a Geekie em uma matéria (“Detectar problema rende ideias para negócios criativos“, apenas para assinantes) sobre startups brasileiras. “Nos últimos anos, cerca de 3 milhões de alunos, de 20 mil escolas, usaram o sistema. O produto é vendido para escolas particulares e para os próprios estudantes. Muitos deles usam o material para preparar-se para exames como o Enem. Acordos com fundações e ONGs estão ajudando a levar o sistema para escolas públicas. Neste ano, por exemplo, todos os 45 mil alunos do terceiro ano do ensino médio das escolas estaduais de São Paulo ganharam acesso à tecnologia. Além do sistema, a Geekie fornece conteúdo, como videoaulas, textos e exercícios”, diz o texto.

Site britânico elogia Geekie

O site Information Age, veículo do Reino Unido voltado a executivos envolvidos com tecnologia, publicou uma matéria abordando a crise econômica no Brasil e apontando o surgimento de startups como saída possível para esse cenário ao criar novas oportunidades de crescimento.

“A Geekie é um negócio social buscando transformar a maneira como as crianças brasileiras são educadas e reduzir o fosso entre ricos e pobres. (…). ‘Aprendizagem personalizada é um conceito antigo’, diz o CEO, Claudio Sassaki, ‘mas ser capaz de fazê-lo em grande escala é algo novo’. Quanto mais a Geekie aprende sobre o aluno, mais personalizado fica o plano de estudo, e ele se torna capaz de analisar seu histórico de aprendizagem para identificar as lacunas que devem ser preenchidas antes que ele possa passar para um assunto mais avançado”, diz o texto (“Innovating in crisis: will Brazil’s burgeoning tech startup scene rescue its economy?”, em inglês).