Infográficos

Ensino adaptativo: um guia prático para você começar | Infográfico

O ensino adaptativo é uma tendência para a Educação do século 21. Conheça a abordagem e siga nosso infográfico para começar a usá-lo sem mistério!

O ensino adaptativo explora a tecnologia educacional de forma a melhorar o aprendizado individual, reconhecendo o que, onde, como e quando cada aluno aprende com mais facilidade. Enquanto, na sala tradicional, o professor dá aulas considerando a turma como um todo, sem tempo para olhar atentamente para as dificuldades ou facilidades particulares de cada aluno, no ensino adaptativo ele utiliza dados para identificar a melhor forma de apoiar o desenvolvimento de cada um.

Isso é feito através do big data (leia mais sobre Big Data clicando aqui), utilizado em plataformas de estudos como o Geekie Lab, que funcionam da seguinte maneira: primeiro, alunos interagem com a plataforma, assistindo aulas, realizando exercícios e simulados; por meio de seus erros e acertos, a plataforma mapeia seus pontos fortes e fracos e as lacunas em seu aprendizado. A partir desses dados, ela indica conteúdos que se adequem ao tempo disponível para estudos e os objetivos de cada aluno. Portanto, quanto mais o aluno interagir com a plataforma, mais apurado será o diagnóstico.

Além de a própria plataforma de ensino adaptativo oferecer essa trilha de aprendizado personalizada, ela também gera informações individuais e de turma para os educadores, que conseguem acompanhar em detalhes a evolução de seus alunos. Eles têm acesso a padrões de comportamento, como, por exemplo, por quanto tempo o estudante esteve online, quais páginas visitou e quantos minutos levou para realizar uma atividade – sem falar nos gráficos de performance em cada área de conhecimento ou disciplina.

Leia mais: Neurociência: você sabe como seus alunos aprendem?

Tudo isso deve ser utilizado para reorientar a prática pedagógica de acordo com as necessidades reais dos alunos. A forma de trabalhar conteúdos com o ensino adaptativo também pode variar de acordo com tipos de inteligência que mais se manifestam em cada estudante – usando vídeos e imagens para acessar alunos com inteligência visual mais desenvolvida; música e fala para aqueles com maior inteligência auditiva; e assim por diante.

Confira o infográfico sobre Ensino Adaptativo e acabe com suas dúvidas acerca do tema:

Ensino adaptativo - infográfico

Gostou do material? Você também vai gostar de:

4 Comments