Ebooks

Ebook: Pequeno glossário de inovação educacional

O debate sobre inovação educacional pode ser pouco inclusivo, cheio de siglas e termos em inglês. Nesse pequeno glossário, você confere o que significam as principais ferramentas e abordagens que são tendência na educação do novo milênio. Baixe gratuitamente!

Baixe agora: Pequeno glossário de inovação educacional

Vivemos em uma era de crescimento tecnológico exponencial. Basicamente, isso significa que as novidades chegam em velocidade alucinante: a quantidade de informações disponíveis em uma única edição do jornal New York Times, por exemplo, é maior do que a que um cidadão da Idade Média receberia ao longo de toda a sua vida. A inovação tem um ciclo mais breve – nada é novo por muito tempo – e mais rápido; se, nos últimos 100 anos, crescemos linearmente, os próximos 100, com crescimento exponencial, devem equivaler a 20 mil anos de mudanças!

Parece chocante, mas pense bem. Se seu computador não é atualizado por seis meses ele já está ultrapassado. A rede social mais popular do momento não é a mesma um ano depois. Isso sem falar em descobertas que envolvem a robótica, neurociência, biotecnologia, inteligência artificial.

Em 2014, Carl Frey, doutor em economia da Universidade de Oxford, já havia dito que 47% das profissões atuais corriam risco de entrar em extinção. Muitos apostam que o caminho será deixar o operacional às máquinas, enquanto seres humanos se ocupam de trabalhos intelectuais e criativos. Se esse é o caso, como preparar toda uma geração de jovens para um futuro sobre o qual temos pouca certeza?

Deixamos o paradigma de uma sociedade hierarquizada, imposto pela Era Industrial, para um novo contexto, em que o conhecimento está acessível para todos. Essa é a chamada Era da Tecnologia ou Era da Informação – e, como parte dela, somos contemplados por novos desafios, como a necessidade de uma aprendizagem que seja realmente significativa para esta geração.

Esse cenário de transformação colocou em pauta qual o papel da escola. De repente, transmitir dados – fixos, engessados – parou de fazer sentido. Afinal, o conteúdo se torna obsoleto rapidamente. Hoje, a maioria dos educadores concorda que a escola deve exercitar as competências e habilidades para o século 21, que permitirão que os alunos analisem, decidam e atuem sob as mais variadas circunstâncias.

Assim, passam a surgir tendências e apostas para a educação do século 21. São abordagens, metodologias e ferramentas cujo propósito é engajar alunos, ampliar a aprendizagem, personalizar o ensino ou mesmo economizar o tempo do professor. Entretanto, os termos usados para se referir a essas inovações podem confundir à primeira vista; muito vêm do inglês, outros utilizam siglas e, no geral, estão muito distantes da realidade escolar.

Neste glossário, vamos apresentar de forma simples e concisa alguns dos termos que você já deve ter ouvido por aí, além de mostrar na prática como aplicá-los em sala de aula. Esperamos que esse conteúdo facilite a rotina escolar e coloque você, educador, no centro do debate educacional. Aproveite!

Baixe gratuitamente: Pequeno glossário de inovação educacional

No ebook Pequeno glossário de inovação educacional, você confere textos breves e infográficos para explicar cada um dos termos abaixo – além de como aplicá-los à rotina escolar:

  • Big data
  • MOOCs
  • Recursos Educacionais Abertos (REAs)
  • Realidade Virtual
  • Ensino Híbrido
  • Rotação por estações de aprendizagem
  • Sala de aula invertida
  • Ensino Adaptativo
  • Peer to peer
  • Gamificação
  • Aprendizagem Maker
  • Project Based Learning
  • Problem Based Learning

Clique aqui para baixar: Pequeno glossário de inovação educacional

14 Comments