Artigos

Como revolucionar a educação?

Há alguns meses, a Fundação Lemann encomendou ao IBOPE a pesquisa Conselho de Classe – A visão dos professores sobre a educação no Brasil. O resultado é uma reunião de informações valiosíssimas para todos os que desejam trabalhar para melhorar a educação no país.

Segundo conclusões da pesquisa, o professor “se sente bastante desvalorizado enquanto profissional”. Por outro lado, “ver o aluno aprendendo é o que mais lhe faz brilhar o olho”. Dos professores entrevistados, 72% disseram que “a contribuição para o aprendizado” é um dos aspectos que mais traz satisfação em sua atuação profissional.

Outro dado que me chamou a atenção é o de que “o professor aprova a tecnologia em sala de aula e acredita que formação para o seu uso pode contribuir para melhorar a educação”. Tenho conversado com professores clientes e não clientes da Geekie e muitos deles reclamaram sobre a falta de tempo decorrente de burocracias, preparação e correções de tarefas e provas. A tecnologia pode ajudá-los muito não só com esse tipo de problema, mas também para melhorar o aprendizado dos alunos.

Os professores e a tecnologia

Ferramentas como a tarefa de casa da Geekie (saiba mais sobre ela aqui), além de tornar a vida do professor mais cômoda, reduzindo muito o tempo de preparação e reduzindo a praticamente zero o tempo de correção dos exercícios, ainda provê uma resposta rápida de como está sendo o aprendizado dos alunos em relação ao que está sendo dado em sala de aula. Isso permite atuar nas dificuldades da turma ou mesmo de algum aluno específico, e também observar o que precisa ser enfatizado em uma próxima aula.

Para os alunos de escolas parceiras da Geekie, a plataforma ainda possui algoritmos que criam planos de estudo personalizados. Ela consegue verificar, por exemplo, se há alguma dificuldade em um assunto que seja pré-requisito para o entendimento de outros conceitos e então recomenda aulas específicas para que o aluno possa acompanhar a turma. Esse tipo de tecnologia adaptativa possibilita, assim, a implantação de um ensino personalizado na escola – algo que conta com o apoio da maioria dos professores entrevistados para o estudo da Fundação Lemann. Para 81% deles, a aprendizagem personalizada contribuiria para a qualidade da educação.

inovação

Por fim, respondendo à pergunta do título, não acredito que a tecnologia sozinha vá revolucionar a educação – ela é apenas uma ferramenta. Mas o empoderamento dos professores na utilização de tecnologias para ajudar cada aluno a atingir o seu melhor potencial, isso sim pode mudar tudo!

* Por Emilio Mesquita, Analista de Negócios da Geekie
emilio.mesquita@geekie.com.br

2 Comments

  1. 20 de fevereiro de 2016 at 09:22 — Responder

    Excelente !!! Parabéns…

    A saída para nosso país passa necessariamente pela educação…

  2. 14 de maio de 2016 at 06:46 — Responder

    A educação é o alicerce.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *