Notícias

Bett Educar Brasil 2018: veja algumas impressões de quem foi conferir o evento

Nos dias 8 a 11 de maio de 2018, mais de 17.000 membros da comunidade educacional participaram da Bett Educar. Emilio Andreozzi, Consultor pedagógico da Geekie, nos traz suas percepções sobre o que foi abordado no maior evento de educação e tecnologia da América Latina. Confira:

.

Participei da Bett Educar no dia 9 de maio. Estava super motivado para conhecer as novidades na área da educação, setor que na minha opinião é de fundamental importância para a sociedade. Já ouvimos falar diversas vezes na frase do antropólogo Darcy Ribeiro: “se os governantes não construírem escolas, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios”. Acredito que hoje a palavra adequada não seja apenas construir, mas sim investir. E termos uma feira de inovação, mostra a importância desse tema nós dia de hoje.

.

Acompanhei a palestra Gestão escolar para uma escola de alto nível, de Célia Godoy, mestre em psicologia social e pedagogia. Meu paradigma dizia que para uma escola ser considerada de alto nível, deveria ter estrutura física e tecnológica de primeiro mundo, assim como professores altamente capacitados e uma metodologia definida e moderna.

Esses pontos acima são importantes e ajudam na definição de alto nível, mas o ponto de destaque para Célia são as pessoas, sejam elas estudantes, professores, coordenadores ou diretores. O humano é o diferencial para alcançarmos o status de alto nível.

.

Segundo Célia, os pontos que corroboram essa ideia são :  

A escola deve ter alto desempenho e boa gestão para o aprendizado, visando o sucesso de TODOS os alunos;

Os dirigentes devem ter visão e devem entender a importância da continuidade. Devem ser responsáveis pela qualidade do processo de ensino também;

O coordenador pedagógico não é um tarefeiro, ele deve assumir seu papel pedagógico, ser um facilitador, um mediador pedagógico;

As escolas devem focar em descobrir as habilidades individuais dos alunos;

As escolas devem valorizar o socioemocional, considerar os diferenciais de cada aluno e entender que ele é um potencial em formação;  

As escolas devem direcionar um bom atendimento e atenção às expectativas do pais, alunos e sociedade;

As escolas devem se auto avaliar e avaliar se todos estão preparados para as mudanças, para ter dados e fatos, para ajudar no processo de mudança.

.

Desta forma, devemos levar em conta itens estratégicos e gerenciais para o alcance desse status. São eles:   

(Re)definir o planejamento estratégico. Ele deve ser algo prazeroso de buscar e realizar;

(Re)definir a visão estratégica, pensando em novos objetivos, novo planejamento e quais ferramentas serão utilizadas.

.

Por fim, definidos os pontos estratégicos, Célia anuncia as última etapa que incentiva esse status de alto nível:

1ª etapa: Preparação: anunciar novos processos e eleger pessoas responsáveis pelas ações;

2ª etapa: Análise situacional: entender o que falta e o que fortalecer no processo de aprendizagem (pessoas, clima, objetivos etc.);

3ª etapa: Visão estratégica: pensar em missão, visão, valores e objetivo / plano de ação;

4ª etapa: Empreender: por em prática novas ações como o desenvolvimento de pessoas e a elevação do desempenho dos alunos, por exemplo;

5ª etapa: Acompanhar o processo: PDCA (planejar, fazer, checar, agir).

Celia bett educar.

 

Leia mais:

SHARE

Bett Educar Brasil 2018: veja algumas impressões de quem foi conferir o evento