Colunas

Alunos protagonistas cuidam da própria escola

As educadoras Elisangela Goulart e Vanessa Giron contam como o Design Thinking empoderou estudantes e os transformou em alunos protagonistas dentro da própria escola. A abordagem também os preparou para um mercado de trabalho em que a colaboração tem cada vez mais espaço. Confira!

* Por Elisangela Goulart e Vanessa Giron

Neste artigo, vamos compartilhar com vocês, nossos leitores, como o nosso trabalho com o Design Thinking transformou os nossos alunos e a nossa relação com eles. No nosso artigo Como o processo criativo mudou o nosso olhar de educadoras para os desafios da escola contamos um pouco sobre como, em conjunto com um grupo de alunos, utilizamos o Design Thinking para idealizar uma área de convivência na nossa escola. Neste texto, portanto, falaremos sobre como o uso desta abordagem fez de nossos alunos protagonistas e transformou a todos nós.

OS TRÊS PILARES DO DESIGN THINKING

O Design Thinking é uma abordagem prática para a solução de problemas através de um olhar mais humano, com o objetivo de promover inovações com foco no indivíduo. Para solucionar esses problemas, o Design Thinking leva em conta as necessidades reais das pessoas. A primeira transformação que percebemos foi que, no decorrer dos oito meses do nosso projeto baseado no Design Thinking, passamos a nos sentir realmente como integrantes de uma equipe, pois nos reuníamos semanalmente para trabalharmos em prol de um objetivo em comum, o que despertou em nós um espírito de coletividade muito maior.

Os três pilares do Design Thinking – a empatia, a colaboração e a experimentação – foram vivenciados por nós de uma forma perceptível ao longo deste período. Na verdade, eles o são até hoje, pois os alunos que participaram do projeto passaram a se colocar no lugar dos demais alunos da escola também em outros contextos, passando a dar contribuições e sugestões em assuntos não relacionados ao nosso projeto. Desta forma, os nossos alunos passaram a demonstrar zelo e preocupação com a nossa escola, propondo-se, inclusive, a trabalhar de forma voluntária na biblioteca – eles se tornaram alunos protagonistas em sua própria escola. Além disso, todos tornaram-se mais colaborativos não só em suas aulas, como também com os outros setores da escola, participando mais ativamente do dia a dia de trabalho da Orientação Educacional e da Coordenação do Curso, ajudando-nos com o que fosse necessário.

“Nossos alunos passaram a demonstrar zelo e preocupação com a nossa escola, propondo-se, inclusive, a trabalhar de forma voluntária na biblioteca”

A fase da experimentação também foi importantíssima para o nosso aprendizado, pois nos ensinou a não temer o erro, mas, pelo contrário, entender que errar faz parte de qualquer processo de criação. Percebemos também que inovar não necessariamente é algo tão complexo como parece e que não requer muitos recursos, como discutimos no nosso artigo Inovação educacional que cabe no bolso. O mais recompensador de tudo é que colocar a mão na massa em conjunto e ver o resultado de todo o processo é muito gratificante!

Ebook: Entendendo o aluno do século 21 – e como ensinar essa geração

Desde o ano passado, além do Design Thinking, incluímos em nossas práticas o pensamento visual, fazendo uso de mapas mentais e de anotações criativas no nosso dia a dia – e isso é contagiante e inspirador para os nossos alunos! Agora, por exemplo, é muito comum vê-los anotando o conteúdo de nossas aulas com canetinhas, post-its e de forma mais visual, de maneira a facilitar o aprendizado.

Alunos protagonistas e colaborativos
O Design Thinking mostrou aos nossos alunos que eles são igualmente capazes de contribuir para uma educação de qualidade e mais humana, com mais empatia e colaboração.

ALUNOS PROTAGONISTAS NO MERCADO DE TRABALHO

O Design Thinking é uma abordagem inovadora ainda pouco conhecida no mundo da educação, o que tornou este projeto uma experiência pessoal e profissional incrível. Afinal, nossos alunos, que ainda estão no Ensino Médio, passaram por dinâmicas pelas quais muitas pessoas só passarão mais adiante em suas carreiras profissionais. Sendo assim, nossos alunos chegarão à universidade e ao mercado de trabalho com uma vivência real de trabalho colaborativo e com habilidades essenciais para encarar o futuro!

O mais gratificante para nós, enquanto educadoras, é proporcionar aos nossos alunos o contato com práticas e ferramentas de outras áreas e perceber como, com a ajuda delas, podemos crescer e desenvolver novas habilidades. E o melhor de tudo foi a certeza de que trabalhar com o Design Thinking mostrou aos nossos alunos que eles são igualmente capazes de contribuir para uma educação de qualidade e mais humana, com mais empatia e colaboração!

Sendo assim, o Design Thinking tornou nossos alunos protagonistas, pois, através de seus valores, empoderou-os e os tornou mais capazes de agir de forma assertiva. Agora, eles frequentemente se colocam no lugar dos colegas, contribuindo para toda a nossa escola e para a vida deles como um todo. Para nós, também, este trabalho deixou grandes lições: a de que os alunos são muito receptivos a novas práticas e abordagens; e a de que é possível inovar na escola em conjunto com os alunos, transformando a todos nós!

* Elisangela Goulart e Vanessa Giron são colunistas do InfoGeekie. Elisangela é professora e geógrafa de formação, com MBA em educação cognitiva. Professora desde 2010 e Orientadora Educacional desde 2015 no Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza”. Utiliza o Design Thinking e o Pensamento Visual nas suas práticas educacionais desde 2015. Entre em contato: emottagoulart@gmail.com

* Vanessa Giron é formada em Letras, português e grego clássico, e mestre em Letras Clássicas pela USP. Professora desde 2011 e Coordenadora de Ensino Médio desde 2015, no Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza”. Utiliza o Design Thinking e o Pensamento Visual nas suas práticas educacionais desde 2015. Entre em contato: profvanessagiron@gmail.com

1 Comment

  1. 7 de novembro de 2016 at 11:57 — Responder

    Magistral, formato de tu blog! ¿Cuanto tiempo llevas bloggeando? haces que leer en tu blog sea divertido. El aspecto total de tu web es magnífico, al igual que el material contenido!
    Saludos

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *